Bovespa: mercado faz reavaliações e cai antes de Copom

REUTERS

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava em queda no início da tarde desta segunda-feira, aproveitando as baixas no mercado externo para realizar lucros enquanto revisa estimativas após as altas de maio e antes da reunião do Comitê de Política Monetária, na próxima quarta-feira.

Às 13h31 (horário de Brasília), o Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, tinha queda de 0,6%, aos 72.159 pontos. O volume financeiro era de R$ 2,8 bilhões.

- Não é uma tendência de queda. O mercado vai refazer algumas estimativas, vai procurar um novo referencial e vai esperar, uma posição que se reforça com a reunião do Copom para quarta-feira - aponta Luiz Gustavo Medina, Sócio da m2 investimentos.

- E tem essa queda lá fora, com notícias financeiras que está derrubando o setor novamente - apontou.

As preferenciais da Petrobras tinham pela manhã o maior giro do dia, com valorização de 1,22%, aos R$ 49,60.

O segundo maior volume vinham das preferenciais da Itausa, holding controladora do banco Itaú , que perdiam, 3,4%, aos R$ 11,35.

As preferenciais da Vale vinham logo atrás, subindo 0,22%, para R$ 54,48. A maior queda do dia vinha da Light, que recuava 5%, para R$ 23,91.

Nos Estados Unidos, os principais índices perdiam mais de 1%, com os investidores preocupados com a inflação. Na Europa, o índice FTSEurofirst 300 recuava 1,04%.