Credit Suisse vai transferir diretor para Hong Kong

SÃO PAULO, 20 de maio de 2008 - O Credit Suisse, segundo maior banco da Suíça, planeja a transferência de Vikram Gandhi, diretor global da instituição financeira, de Nova York para Hong Kong, com o objetivo de acompanhar o crescimento da entidade na Ásia.

Gandhi, que saiu do Morgan Stanley e integrou a entidade suíça em 2005, continuará a supervisionar os negócios nas Américas, apesar de se dedicar mais aos negócios da Ásia e Europa.

O Credit Suisse planeja aumentar em 26% a quantidade de investimentos na zona da Ásia-Pacífico em 2008, com exceção do Japão, para acompanhar a demanda por aquisições consultivas, assim como as vendas de ações e títulos.

O Deutsche Bank, maior banco da Alemanha, anunciou em março a transferência do seu diretor global, Noreddine Sebti, de Nova York para Hong Kong, assim como seus rivais, incluindo o Citigroup, que também relocaram seus funcionários na Ásia.

O Credit Suisse registrou um prejuízo de 2,15 bilhões de francos suíços (US$ 2 bilhões) no primeiro trimestre de 2008, caracterizando a primeira perda em cinco anos.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais