Inflação preocupa, mas projeções oscilam pouco na BM&F

SÃO PAULO, 19 de maio de 2008 - A inflação continua sendo vista com atenção e preocupa analistas, como revelou o boletim Focus elaborado pelo Banco Central (BC). De acordo com o documento a expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 4,96% para 5,12% ao final de 2008, acima da meta de 4,50%. Já estimativa para o índice em 12 meses avançou de 4,41% para 4,65%, enquanto a expectativa para o IPCA em 2009 avançou de 4,47% para 4,5%.

Apesar de um novo aumento nas projeções do IPCA as taxas de juros dos contratos de Depósitos Interfinanceiros (DI) negociados na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) seguem sem grandes oscilações. O DI de janeiro de 2010 passou de 14,17% para 14,18%.

Segundo profissionais de renda fixa, o que está contribuindo para oscilações leves no mercado de juros futuros são os rumores em relação à possibilidade da agência de classificação de risco Fitch conceda o segundo selo de Investment Grade ao Brasil e também há no mercado a expectativa de que o governo adote alguma medida complementar à política monetária, que contribua com o BC para conter o avanço da inflação.

Pela manhã foi informado o resultado do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) que registrou alta de 0,7% em 15 de maio de 2008. A taxa é 0,13 ponto percentual menor que apurada na semana anterior.

(Maria de Lourdes Chagas - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais