Usina de Jirau é decisiva contra apagão, diz sindicato

SÃO PAULO, 16 de maio de 2008 - Na próxima segunda-feira (19) acontecerá o leilão da Usina Hidrelétrica de Jirau, que faz parte do complexo do rio Madeira, em Rondônia. A nova usina é a alternativa com maior potencial para ampliar o parque gerador de energia e, assim, evitar um apagão em 2010.

Na opinião do presidente em exercício do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo (Stieesp), Carlos Alberto dos Reis, a construção de mais essa usina hidrelétrica é de extrema importância para ampliar o setor, que tem sofrido para acompanhar o desenvolvimento econômico do País. ´O Brasil têm crescido mais de 5% ao ano. Esse fator reflete-se no consumo de energia. Por isso, são essenciais investimentos como esse da Usina de Jirau. Se empreendimentos semelhantes tivessem sido construídos antes, não viveríamos nessa corda bamba´.

Carlos Alberto informa que, além da produção de energia para todo o País, o complexo terá impacto social na região. ´As cidades próximas irão desenvolver-se economicamente pela evolução da infra-estrutura energética e de transporte entre Brasil, Bolívia e Peru. Será possível, também, a navegação em toda a extensão do rio Madeira, que compreende mais de quatro mil quilômetros´.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais