Ucrânia se torna o 152º membro da OMC

Agência AFP

KIEV - A Ucrânia se tornou nesta sexta-feira o 152º membro da Organização Mundial de Comércio (OMC), antes da Rússia, o que permitirá à ex-república soviética ter influência nas complicadas negociações de adesão de Moscou.

Um grande cartaz colocado na entrada da sede da OMC em Genebra dá as boas-vindas à Ucrânia, que se tornou o último membro da instituição que regula o comércio internacional.

Nenhuma cerimônia estava prevista para marcar esta data. O tratado de adesão foi assinado no início de fevereiro em Genebra pelo presidente da Ucrânia, Viktor Yushenko, e pelo diretor geral da OMC, Pascal Lamy, após uma votação unânime dos Estados membros.

O parlamento ucraniano ratificou a adesão no dia 10 de abril por 411 votos, em um total de 450.

A delegação ucraniana na OMC será recebida nesta sexta-feira na sede da instituição, disse o chefe de seu serviço econômico e comercial, Volodimir Baluta.

- Asseguraremos à OMC que a Ucrânia está preparada para participar das negociações comerciais da rodada de Doha e dos processos de adesão de outros países - declarou.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais