Rating melhora perspectiva da Randon

SÃO PAULO, 16 de maio de 2008 - A Randon é um dos papéis com boas perspectivas de ganho após o investment grade. A opinião é do analista da Coinvalores, Marco Saravalle. "As ações desta companhia têm performado bem", afirma Saravalle.

A explicação para o otimismo, de acordo com o especialista, é que, embora a ação da empresa seja considerada uma small caps, trata-se de uma holding controladora de várias empresas e com faturamento alto. "Só é considerada uma ação de segunda linha por estar fora do índice (Ibovespa)", afirma. A Randon registou um lucro líquido de R$ 53,9 milhões no primeiro trimestre do ano, um crescimento de 50% em relação ao mesmo período de 2007.

Além disso, o plano da empresa que prevê uma receita bruta de R$ 4 bilhões em 2009 pode ser antecipado para este ano. "Estamos bem otimistas que isso aconteça", afirma. No final de abril, o diretor de relações com investidores da Randon, Astor Milton Schmitt, admitiu que a projeção de receita bruta teria todas as chances de acontecer neste ano.

Para Saravalle, o fato de estar inserida em setores com grande potencial de crescimento fazem aumentar as perspectivas para a empresa. A Randon S.A é uma controladora de oito empresas atuantes nos segmentos de implementos para transporte de carga, veículos fora-de-estrada, de autopeças e sistemas automotivos. O grupo é líder na produção de implementos para o transporte de carga rodoviária, atuando também na fabricação de vagões ferroviários, autopeças e sistemas automotivos.

Todos estes argumentos positivos em relação à empresa, o analista da Coinvalores projeta para a ação preço-alvo de R$ 23. Há pouco, as ações ordinárias da Randon Participações recuavam 3,1% para R$ 15, já as preferenciais avançava,m 3,23%, cotadas a R$ 17,55.

<RAPT>

(Priscila Dadona - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais