Importação do setor sobe 17% em abril

SÃO PAULO, 15 de maio de 2008 - As importações brasileiras de produtos químicos, que haviam recuado 16,2% em março, retomaram a trajetória de crescimento e superaram o valor de US$ 2,2 bilhões em abril, com aumento de 17,6% em relação ao mês anterior e de 43,6% na comparação com abril de 2007. No acumulado do ano, as importações de produtos químicos somam mais de US$ 9 bilhões, valor 36,4% superior ao do primeiro quadrimestre do ano passado.

Em abril, as exportações ficaram próximas a US$ 891 milhões, apresentando redução de 2,1% em relação a março. Na comparação com abril de 2007, as vendas externas de produtos químicos tiveram incremento de 8,6%, coincidentemente, o mesmo porcentual de aumento verificado no acumulado do ano. De janeiro a abril, foram exportados US$ 3,611 bilhões em produtos químicos. No mesmo período do ano passado, as exportações somaram US$ 3,326 bilhões.

Em apenas quatro meses, o déficit na balança comercial brasileira de produtos químicos chegou a US$ 5,4 bilhões, valor 64,5% maior do que o apurado em igual período de 2007. Somente no mês de abril, o déficit foi superior a US$ 1,3 bilhão. Os produtos químicos responderam por 18,7% do total das importações realizadas pelo País no acumulado de janeiro a abril.

Intermediários para fertilizantes (US$ 1,6 bilhão), medicamentos para uso humano (US$ 995,7 milhões) e resinas termoplásticas (US$ 920,3 milhões) foram os produtos químicos mais importados pelo País no quadrimestre. Os mais exportados foram as resinas termoplásticas (US$ 487,7 milhões), os aditivos de uso industrial (US$ 303,7 milhões) e produtos petroquímicos básicos (US$ 232,2 milhões).

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais