Exportação de carne suína da China cai 55,2%

SÃO PAULO, 5 de maio de 2008 - As exportações de carne suína da China foram reduzidas à metade nos primeiros dois meses de 2008, em comparação com o mesmo período do ano anterior, informou a Administração Geral de Alfândegas da China.

O país exportou 12 mil toneladas de carne suína congelada e fresca entre janeiro e fevereiro, o que representa uma queda de 55,2% em relação a igual período de 2007. Em termos de valor, a queda foi de 16,8%, para US$ 37,62 milhões.

Os analistas afirmam que a redução da diferença entre os preços domésticos e internacionais fez com que as empresas ficassem mais relutantes às exportações. As fortes vendas no mercado interno durante o Festival da Primavera em fevereiro, quando a população chinesa compra mais alimentos para preparar as festas tradicionais do feriado, também desviou parte da exportação da carne de suína.

Outro fator que prejudicou as exportações de carne de porco foi o inverno rigoroso no sul da China neste ano, que interrompeu o transporte e causou o atraso da entrega de muitas encomendas no exterior; o mau tempo também gerou perdas para os criadores.

(Redação - InvestNews)