Toyota prevê queda de 20% no lucro líquido

SÃO PAULO, 17 de abril de 2008 - A montadora japonesa Toyota Motor projeta registrar a primeira queda no seu lucro operacional em nove anos, devido às fracas vendas nos Estados Unidos e a valorização da moeda nipônica ante o dólar. A expectativa é que o lucro operacional consolidado da companhia tenha queda de 20% no ano fiscal que encerra em março de 2009, para aproximadamente 1,8 trilhão de ienes (US$ 18 bilhões).

A empresa prevê que a receita fiscal de 2008 mantenha-se estável aos 26 trilhões de ienes, mas não descarta a possibilidade de declínio, já que a crise no mercado de crédito subprime ou de alto risco nos EUA atingiu a demanda por carros no mercado norte-americano. A companhia, que poderá se tornar a maior montadora do mundo em vendas neste ano, ultrapassando a General Motors, não quis comentar o assunto.

Entretanto, a expectativa é que as vendas globais da Toyota em volume aumentem graças à demanda nos mercados emergentes, com Rússia e China. Com o iene valorizado aumentando a pressão sobre a montadora, a Toyota planeja limitar suas despesas com desenvolvimento, pesquisa e com o capital de investimento.

A receita da Toyota para o ano fiscal, encerrado no mês passado, subiu aproximadamente 10%, para mais de 26 trilhões de ienes, enquanto o lucro operacional permaneceu forte aos 2,3 trilhões de ienes. A montadora tem apresentado forte crescimento no mercado internacional por sua reputação no setor de veículos eficientes, assim como os automóveis híbridos.

(Redação - InvestNews)