Garibadi não aumentará verba de gabinete

SÃO PAULO, 17 de abril de 2008 - O Senado não pretende promover qualquer aumento dos recursos destinados aos 81 senadores, como fez a Câmara dos Deputados, para a contratação de servidores não concursados. A afirmação é do presidente da Casa, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).

No Senado, o verba de gabinete é substituída por um mecanismo que permite ao parlamentar a contratação de até 11 funcionários não concursados. "Eu não tratei de nada disso nos últimos dias", disse Garibaldi ao ser questionado por jornalistas.

Os deputados aprovaram ontem o reajute de R$ 50,8 mil para R$ 60 mil de suas verbas de gabinete. O senador Garibaldi Alves evitou entrar em polêmica com a decisão tomada pela Câmara.

"Eu quero manter uma política de boa vizinhança. Tenho me esforçado para contribuir na recuperação da imagem do Congresso. É só isso que tenho a dizer".

(Redação - InvestNews)