Com consolidação aquecida, Anhembi prefere cautela

SÃO PAULO, 17 de abril de 2008 - A consolidação está acirrada no setor de faculdades e universidades particulares no Brasil. Apesar disto, Elizabeth Guedes, vice-reitora da Universidade Anhembi Morumbi, diz que o mercado se aqueceu cedo demais. ´Os IPOs começaram com sucesso, mas não estão apresentando os resultados esperados. Mas, de certa forma isto é bom porque com o aquecimento do setor nos próximos anos, quem vai sair ganhando é o aluno´, analisa. ´Teremos anos muito divertidos pela frente´, comenta a vice-reitora.

De acordo com Elizabeth, é preciso tomar cuidado com a escolha na hora de comprar uma instituição. ´Todo mundo quer comprar licença. Eu compro cursos de qualidade. Cursos bem posicionados no Enade e no Pró-Uni, por exemplo. É preciso que a escola tenha respeitabilidade no mercado de trabalho, porque número de alunos a gente faz´, indica.

Ainda segundo a vice-reitora, a estratégia do grupo Anhembi Morumbi não é de aquisição no momento. ´Estávamos até analisando uma ou duas escolas, mas não concluímos a negociação, pois achamos que não era o momento. Acreditamos que a ocasião é de crescimento orgânico´, avalia. Neste sentido, a Anhembi Morumbi está abrindo três novas unidades no interior paulista e também planeja a construção de mais três unidades na capital. ´Vamos construir os campos Morumbi, Vila Olímpia e mais uma localidade que estamos estudando´, adianta Elizabeth.

(Angela Ferreira - InvestNews)