Brasil terá primeira unidade de hemoderivados

SÃO PAULO, 17 de abril de 2008 - A cidade de São Paulo será sede da primeira Unidade de Processamento de Plasma (fábrica de hemoderivados) do Brasil. O governador José Serra e o Secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata, assinam nesta quinta-feira, às 16 horas, o contrato para a construção da unidade, que vai funcionar no Instituto Butantan.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a nova unidade receberá investimento de R$ 57 milhões para as obras de construção. O Ministério da Saúde também deverá participar do empreendimento liberando recursos para a aquisição de equipamentos.

A Unidade de Processamento de Plasma deve, já em 2010, iniciar a produção de imunobiológicos a partir do fracionamento do plasma de sangue humano, como imunoglobulinas e albuminas. Hoje esses procedimentos são realizados na Europa.

Ainda de acordo com a Secretaria, além de ser a primeira do gênero no País, a fábrica será também a única no mundo a produzir derivados do sangue totalmente obtidos por meio da cromatografia, processo tecnológico que permite recuperar do plasma dezenas de proteínas de interesse médico, antes descartadas pelo processo clássico com a utilização de álcool.

A unidade, com cerca de 10 mil m², terá capacidade de processar até 150 mil litros de plasma sanguíneo por ano. O Estado de São Paulo responde por cerca de 50% de todo o plasma sanguíneo coletado no Brasil.

(Redação - InvestNews)