Para SindusCon, Copom se precipitou

SÃO PAULO, 16 de abril de 2008 - "A elevação dos juros básicos neste momento é precipitada", afirma o presidente do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civildo Estado de São Paulo), João Claudio Robusti, a propósito da decisão do Copom de elevar a taxa Selic em 0,5%, para 11,75% ao ano.

"Se a elevação dos juros volta a ser utilizada como o único remédio contra uma inflação que resulta do aumento da demanda, os investimentos tão necessários à elevação da oferta serão desestimulados. Daí que estamos nos arriscando a ingressar novamente num prolongado período de juros altos, interrompendo o ciclo de crescimento econômico sustentado no qual havíamos ingressado. Estávamos conseguindo elevar o nível de investimentos na economia e esta prioridade precisa continuar sendo perseguida", diz o presidente do SindusCon-SP.

(Redação - InvestNews)