Inflação do país avança para 3,1% em março

SÃO PAULO, 16 de abril de 2008 - A inflação da Alemanha atingiu 3,1% em março, com os preços da energia e alimentação corroendo a renda da maior economia européia. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) tinha atingido os 3,1% em dezembro de 2007, antes de cair para os 2,8% em janeiro e fevereiro.

Como era esperado pelos analistas, o preço da energia foi o principal fator que contribuiu para que a inflação se mantivesse acima da meta do Banco Central da Europa (BCE), que era de 2%. Os custos com combustíveis subiram 12,3%, em termos anuais, enquanto os combustíveis de aquecimento de casas aumentaram 40% e a eletricidade avançou 7,2%. Os preços do gás reduziram 1,1%, em relação a março de 2007.

Entretanto, os custos da alimentação e bebidas não alcoólicas cresceram 8,2%, e particularmente queijo, leite e ovos registraram um forte aumento, apresentando uma elevação de 23,9%. Outro item que teve um substancial avanço foi o custo da educação, que subiu 34,8% no ano.

(Redação - InvestNews)