Wall Street abre em queda após Fed não descartar recessão

Agência EFE

NOVA YORK - As bolsas de Nova York abriram hoje em queda, depois que o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, disse que não descarta a possibilidade de uma recessão nos Estados Unidos. Após o início de atividade da bolsa no pregão nova-iorquino, o Dow Jones Industrial, índice mais importante de Wall Street, caía 38,19 pontos (0,3%), para 12.616,17.

O índice tecnológico Nasdaq caía 2,88 pontos (0,12%), para 2.359,87. O índice seletivo S&P 500, que mede o rendimento das 500 principais empresas que cotam na Bolsa de Nova York, caía 3,25 pontos (0,24%), para 1.366,93. O indicador tradicional NYSE, que inclui todos os valores que cotam em Wall Street, caía 4,34 pontos (0,05%), para 9.084,15. O NYSE movimentava após a abertura cerca de 191 milhões de ações e o Nasdaq, aproximadamente 311 milhões de títulos.