Produção recua 0,5% em fevereiro

SÃO PAULO, 1 de abril de 2008 - A produção industrial caiu 0,5% em fevereiro, descontadas as influências sazonais, após registrar aumento em janeiro (1,7%), segundo Pesquisa Industrial Mensal Produção Física divulgada nesta manhã pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com fevereiro de 2007, o setor apresentou acréscimo de 9,7%, vigésimo mês consecutivo de taxas positivas.

No primeiro bimestre de 2008, a produção industrial acumula expansão de 9,2%, em relação ao mesmo período de 2007. A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos doze meses, avançou 6,9% e manteve a trajetória de crescimento verificada desde abril do ano passado.

Em fevereiro, dos 27 ramos pesquisados 13 registraram queda frente a janeiro, com destaque para a pressão negativa de farmacêutica (-33,2%), resultado que reflete os efeitos de uma paralisação técnica em importante empresa do setor. "Vale citar também os impactos negativos vindos de alimentos, que recuou 1,8% após acumular 5,9% de crescimento nos dois meses anteriores, seguido por bebidas (-3,4%). Entre as atividades com acréscimo nesse indicador, destacaram-se material eletrônico e equipamentos de comunicações (14,7%), compensando a queda de 12,6% registrada no mês anterior, máquinas e equipamentos (2,0%) e refino de petróleo e produção de álcool (1,2%)", destaca o IBGE.

O segmento de bens de consumo semi e não duráveis (-3,9%) registrou a queda mais acentuada entre as categorias de uso em fevereiro, após aumento de 2,6% em janeiro. A produção de bens intermediários apresentou uma virtual estabilidade (-0,2%), após dois meses de resultados positivos, quando acumulou 2,4% de expansão. Os setores de bens de capital (3,1%) e bens de consumo duráveis (0,9%) prosseguiram com crescimento.

Já em relação a fevereiro de 2007, o perfil de crescimento é generalizado atingindo 22 atividades e 65% dos produtos pesquisados, sendo esse o mais elevado índice de difusão desde agosto de 2004 (72%).

(Vanessa Stecanella - InvestNews)