FED autoriza venda do Bearn Stearns a JPMorgan

SÃO PAULO, 1 de abril de 2008 - O Banco Central americano (FED) autorizou nesta terça-feira a aquisição do banco de investimentos Bear Stearns por parte do JPMorgan Chase, duas semanas após o anúncio da operação, um prazo excepcionalmente curto justificado pela "urgência" da situação.

"Com base nos fatos e nas circunstâncias, o conselho de administração avaliou que existia uma situação de urgência que fazia necessário aprovar, sem demoras, a proposta" do JPMorgan, explicou o FED.

O comunicado suspende, assim, o último obstáculo para que o JPMorgan assuma o controle do Bear Stearns, já que o Departamento de Justiça e os outros reguladores não apresentaram objeções.

A partir de agora, a aquisição deve acontecer em um período que começa em cinco dias úteis e termina em três meses, acrescentou o FED.

O Banco Central dos EUA desempenhou um papel inédito no resgate do Bearn Stearn, banco de investimentos que, em condições normais, não depende de seu controle, evitando os riscos que sua quebra teria implicado para o restante do sistema financeiro americano.

Em particular, o FED aceitou financiar a operação, concedendo 30 bilhões de dólares ao JPMorgan, em troca de títulos proporcionados pelo Bear Stearns.

As informações são da AFP.

(Redação - InvestNews)