Deutsche Bank prevê baixas contábeis de US$ 3,9 bilhões

SÃO PAULO, 1 de abril de 2008 - O Deutsche Bank revelou que prevê baixas contáveis de US$ 3,9 bilhões no primeiro trimestre de 2008 em função da crise de crédito hipotecário de alto risco (subprime). Conforme já indicava o relatório financeiro do banco em 2007, publicado dia 26 de março, as condições do mercado permanecem difíceis no início deste ano.

A instituição diminuirá o valor de empréstimos alavancados e ativos lastreados a hipotecas residenciais, a maioria empréstimos imobiliários categoria Alt-A, intermediária entre o prime e o subprime.

O executivo-chefe do Deutsche Bank Josef Ackermann irá realizar hoje uma conferência para investidores em Londres. Entre os assuntos, estão os desenvolvimentos das operações durante este primeiro trimestre de 2008, as posições do banco em áreas significativas, além do impacto financeiro dessas posições.

Os números do primeiro trimestre do Deutsche Bank estão previstos para serem conhecidos no dia 29 deste mês.

(Redação - InvestNews)