Inflação continuou subindo em março na eurozona, para 3,5%

JB Online

BRUXELAS - A inflação continuou acelerando em março na zona do euro e chegou a 3,5%, dos 3,3% de fevereiro, segundo o primeiro cálculo publicado nesta segunda-feira pelo escritório estatístico da comunidade, o Eurostat.

Se o dado for confirmado, o Índice de Preços ao Consumidor Harmonizado (IPCA) teria alcançado um novo máximo na série histórica que começou em 1997.

O Eurostat elabora sua primeira estimativa sobre a evolução da inflação a partir da informação fornecida pelos Estados-membros e com dados sobre preços energéticos.

O escritório estatístico diz que seu método é confiável, já que nos dois últimos anos predisse com exatidão a evolução da inflação em 16 ocasiões e oito vezes se desviou em só um décimo.

O dado definitivo do IPC Harmonizado, tanto para a zona do euro como para o conjunto da UE, será divulgado no dia 16 de abril.