Volatilidade segue e índice recua 0,51%

SÃO PAULO, 28 de março de 2008 - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) apresentou volatilidade na sessão desta sexta-feira, embora na segunda etapa dos negócios tenha estabilizado tendência em território negativo. No final dos negócios, a bolsa paulista encerrou o dia em queda de 0,51%, aos 60.452 pontos. O giro financeiro somou R$ 3,94 bilhões.

'Mesmo registrando volatilidade, não vimos oscilações bruscas nesta sexta-feira. Além disso, também percebemos uma ausência de investidores estrangeiros, o que, conseqüentemente, reduziu o volume movimentado', afirma Miguel Daoud, diretor da Global Financial Advisor.

Os indicadores norte-americanos - Índices de Preços de Gastos com Consumo (PCE, na sigla em inglês) e confiança do consumidor, medido pela Universidade de Michigan - programados para hoje vieram em linha com o esperado pelo mercado. Porém, não contribuíram para a alta dos índices acionários de Wall Street. 'Sabe-se que o grande problema está no sistema bancário', diz Daoud.

Tanto é que o Fed anunciou, esta tarde, que oferecerá mais US$ 100 bilhões em recursos para aumentar liquidez das instituições financeiras norte-americanas. A instituição injetará o valor durante o mês de abril, em dois leilões de US$ 50 bilhões cada, que estão marcados para os dias 7 e 21.

No front doméstico, a possível finalização do acordo de compra da Brasil Telecom pela Telemar, fechado ontem à noite, animou os investidores. O negócio teria sido fechado após o encerramento das pendências envolvendo Citigroup e Opportunity, um dos principais empecilhos na Brasil Telecom. A informação, no entanto, não foi confirmada pelas empresas.

Dentre os destaques positivos do Ibovespa estão Brasil Telecom PN, que subiu 8,52%, a R$ 19,42; Brasil Telecom Participações PN, que avançou 6,3%, a R$ 22,59; e Telemar PN registrou alta de 6,06%, a R$ 45,50. No sentido oposto, Cesp PNB recuou 8,02%, a R$ 28,65; Gafisa ON caiu 5,37%, a R$ 30,27; e Cyrela ON registrou queda de 5,34%, a R$ 23,00.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o Ibovespa com vencimento em abril registrou queda de 0,6%, a 60.580 pontos.

(Vanessa Correia - InvestNews)