Mitsubishi fecha fábrica na Austrália

SÃO PAULO, 28 de março de 2008 - A fábrica da Mitsubishi na Austrália encerrará hoje suas atividades, após 28 anos em operação. Aproximadamente 500 funcionários deixaram a planta, enquanto outros 430 permanecerão trabalhando para desativar a fábrica e produzir um estoque de peças de reposição.

A planta produziu ontem seus últimos 380 modelos sedans, incluindo três carros que serão destinados para caridade e outro veículo para permanecer exposto no Museu Nacional do Automóvel, localizado na cidade de Adelaide, no sul da Austrália.

"Apesar de ser um dia muito triste, todos na Mitsubishi concentraram-se nos bons momentos vividos na fábrica, na família e na comunidade que foram construídas aqui", disse Rob McEniry, presidente e chefe-executivo da companhia.

A Mitsubishi assumiu as instalações Tonsley Park, que pertenciam a montadora norte-americana Chrysler, em 1980 e, desde então, construiu mais de 1,1 milhão de veículos, incluindo mais de 100 mil para o mercado internacional.

A companhia anunciou a decisão de encerrar as atividades da fábrica em fevereiro, devido a retração do mercado para automóveis de porte grande na Austrália e a quantidade de dívidas contraídas nos últimos 10 anos.

(Micheli Rueda - InvestNews)