Cai IPC em março para 0,19%, aponta FGV

SÃO PAULO, 28 de março de 2008 - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), um dos componentes do Índice Geral de Preços - IGP-M, apresentou variação de 0,19%, em março, ante a variação de 0,26% no mês anterior. Seis das sete classes de despesa componentes do índice registraram decréscimos em suas taxas de variação. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), as principais contribuições no sentido descendente partiram dos grupos Alimentação (0,21% para -0,02%) e Educação, Leitura e Recreação (1,06% para 0,52%). No primeiro grupo, contribuíram para este movimento os itens arroz e feijão (4,59% para -0,71%), carnes bovinas (-1,08% para -2,29%) e frutas (-0,94% para -2,04%), no segundo, cursos formais (1,66% para 0,12%).

Encontram-se também em desaceleração os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (0,39% para 0,33%), Despesas Diversas (0,51% para 0,44%), Vestuário (-0,40% para -0,45%) e Transportes (0,17% para 0,15%). Contribuíram para a desaceleração destas classes de despesa os itens: artigos de higiene e cuidado pessoal (0,18% para 0,04%), cigarros (0,73% para 0,00%), calçados (0,33% para -0,30%) e tarifa de ônibus urbano (0,47% para 0,09), respectivamente.

Apenas o grupo Habitação apresentou acréscimo em sua taxa de variação, de 0,14% para 0,32%, com destaque para o item tarifa de eletricidade residencial (0,02% para 0,81%).

(Redação - InvestNews)