Acionistas fecham acordo para compra da Brasil Telecom pela Oi

REUTERS

SÃO PAULO - A operação de compra da Brasil Telecom pelo grupo Oi será formalizada na próxima semana após acordo acertado na noite passada por acionistas das empresas.

- Foi feito sim, acordo. A operação será formalizada na semana que vem. Mas, até o fechamento da operação, a Oi não vai se pronunciar sobre números - informou a assessoria de imprensa da Oi por telefone.

Em fevereiro, a Oi informou ao mercado que a compra do controle da Brasil Telecom deveria custar entre R$ 4,5 bilhões e R$ 5,2 bilhões. A empresa não tinha até então certeza do valor final da operação.

Nesta sexta-feira, o jornal Folha de S.Paulo informou que a compra da operadora que atua no Sul, Centro-Oeste e parte da região Norte do país "gira em torno de R$ 8 bilhões".

Uma fonte próxima às negociações confirmou o valor publicado, dizendo que se trata de principal, acrescido de custos como oferta a minoritários e dívidas.

A união das duas companhias deve criar uma operadora nacional com cerca de 30% do faturamento bruto da indústria de telecomunicações, segundo informações do site especializado Teleco. Além disso, e com base em números de 2007, a nova empresa formaria um grupo com 56,7% dos acessos de telefonia fixa do país, 17,9% das linhas celulares e 42,7% dos acessos banda larga.

Procurada, a assessoria de imprensa da Brasil Telecom não comentou o assunto. Representantes dos ministérios das Comunicações e da Casa Civil informaram não ter conhecimento do acordo.

A união de fato das duas companhias precisa ainda de uma mudança na legislação de telecomunicações do país, já que pela lei atual um mesmo grupo não pode ter duas concessões públicas de telefonia.