Consórcio de autos cresce 8% em 2008

SÃO PAULO, 27 de março de 2008 - A comercialização de novas cotas de veículos cresceu 8% em janeiro deste ano em comparação com o mesmo mês de 2007, apoiada principalmente pelas vendas de motos e veículos pesados. O total de participantes ativos mostrou alta ao somar 2,81 milhões, em janeiro deste ano, crescendo 2,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando somou 2,74 milhões. As contemplações estiveram estáveis em 52,6 mil. Os dados são da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac).

As motocicletas continuaram sendo destaque nesse setor. A participação é de 65,2% do total de participantes entre os automotores. Em janeiro último, totalizou 1,84 milhão de consorciados ativos, 4,9% mais que os 1,75 milhão de um ano antes. ´As motos lideram o ranking de vendas, com 1,8 milhão de consorciados, seguidos por autmóveis (765 mil) e imóveis (470 mil)´, diz o presidente da Abac, Rodolfo Montosa.

Outro segmento em crescimento foi o de veículos pesados, que inclui caminhões, ônibus, tratores, implementos agrícolas e rodoviários. Com alta de 11,4%, a venda de novas cotas saltou de 1,9 mil em janeiro de 2007 para 2,2 mil neste ano. Os participantes ativos, com alta de 5,1%, subiram de 131,7 mil para 138,4 mil no período. As contemplações apresentaram a maior alta, evolução de 17,6%, superando a marca de 1,9 mil.

Nos veículos leves, que inclui automóveis, utilitários e camionetas, a alta está pontuada nas vendas. Em janeiro de 2008, foram comercializadas 18,9 mil novas cotas, 5,7% mais que as 17,9 mil contabilizadas um ano antes. Ainda no primeiro mês do ano, o número de consorciados ultrapassou 763,1 mil, 1,6% menos que as 775,5 mil de doze meses antes. As contemplações também desceram. Há um ano, eram 15,2 mil, hoje chegaram a 14,6 mil. Em relação aos dados da Anfavea, atualmente em cada dez veículos vendidos no País, um é por consórcio.

(Sérgio Toledo - InvestNews)