BoJ pode elevar a taxa básica de juros, diz Suda

SÃO PAULO, 27 de março de 2008 - A integrante do Comitê de Política Monetária do Banco do Japão (BoJ, central), Miyako Suda, disse hoje que a autoridade monetária poderá elevar a atual taxa básica de juro, fixada em 0,50% ao ano, e alertou para o momento de cautela nos mercados financeiros, devido à crise no mercado de crédito internacional.

Apesar de manifestar sua preocupação com as micro empresas e com as companhias de baixa arrecadação de crédito, que enfrentam dificuldades na obtenção de fundos, Suda acredita que o BoJ aumentará a taxa básica de juros.

De acordo com a membro do Comitê do BoJ, o ciclo positivo de crescimento da produção, da renda e dos gastos está sendo mantido, enquanto a produção industrial se recuperará após alguns ajustes. Suda acredita também que há possibilidade da projeção de crescimento econômico do Japão ser reduzida no ano fiscal, que finaliza em março de 2009. A integrante do Comitê do BoJ observou que é difícil prever o que vai acontecer com a economia a curto prazo, devido às incertezas no mercado financeiro global. "O BoJ deveria sempre manter a cautela sobre os riscos inflacionários, visando ganhar a confiança da população", disse Suda.

(Redação - InvestNews)