Índice sobe com fim da negociação entre Vale e Xstrata

SÃO PAULO, 26 de março de 2008 - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera descolada dos principais índices acionários de Wall Street, puxada pela valorização dos papéis da Vale. Há pouco, a bolsa paulista registrava alta de 0,13%, aos 61.316 pontos. O giro financeiro estava em R$ 3,29 bilhões.

A Vale, ex-Companhia Vale do Rio Doce, informou ao mercado que, após enviar proposta para a compra da Xstrata, com pagamento em dinheiro e ações, não foi alcançado nenhum acordo entre as partes, o que acarretou no encerramento das negociações. A notícia foi bem recebida pelo mercado. Há pouco, os papéis preferenciais série A da companhia avançavam 4,77%.

Outra notícia positiva que repercute no mercado doméstico nesta quarta-feira é a confirmação da integração das atividades da Bovespa Holding e BM&F. Através de fato relevante, enviado ao mercado na noite de ontem, as empresas informaram que a integração das atividades criará a terceira maior bolsa de valores em valor de mercado - cerca de R$ 31 bilhões de acordo com o fechamento de ontem - e a maior nos mercados de ações e derivativos da América Latina. A Nova Bolsa, nome provisório dado à companhia, só perderá para as bolsas de Chicago (EUA) e da Frankfurt (Alemanha).

Há pouco, as ações ordinárias da Bovespa Holding avançavam 6,43%, enquanto os papéis ordinárias da BM&F subiam 4,04%.

No sentido oposto, as ações ordinárias do Banco do Brasil recuavam pouco mais de 4% nesta manhã, após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinar que a instituição financeira pague cerca de R$ 400 milhões para 385 funcionários.

No front externo, a divulgação de uma série de indicadores norte-americanos - entre eles vendas de novas casas e pedidos de bens duráveis - puxou os índices acionários de Wall Street para baixo. Os indicadores vieram abaixo do projeto pelos analistas e, novamente, levantaram temores quanto a real situação econômica da região.

Dentre os destaques positivos do Ibovespa estão Bradespar PN, que subia 6,68%, a R$ 44,84; Natura ON avançava 1,39%, a R$ 18,89; e Eletropaulo PNB registrava alta de 1,13%, aos R$ 136,02. No sentido oposto, Cesp PNB recuava 4,76%, a R$ 29,15; Gol PN recuava 4,19%, a R$ 28,06; e Tam PN desvalorizava 3,55%, a R$ 34,72.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o Ibovespa com vencimento em abril registrava queda de 0,02%, a 61.600 pontos.

(Vanessa Correia - InvestNews)