Dólar volta a subir e abre vendido a R$ 1,737

SÃO PAULO, 26 de março de 2008 - O dólar comercial não consegue sustentar o movimento de ontem e abriu a sessão com alta de 0,35%, vendido a R$ 1,737. Há pouco, a divisa norte-americana subia menos, 0,06%, comprada a R$ 1,731 e vendida a R$ 1,732. Os investidores acompanham o leilão de swap cambial reverso do Banco Central, cujo objetivo é rolar os contratos com vencimento no próximo dia 1º. No geral, a recuperação dos preços das commodities pode continuar impulsionando as bolsas e dando um gás ao câmbio por aqui.

Na BM&F, os contratos de dólar para abril subiam 0,12%, a R$ 1,737, após 22,7 mil negócios. Maio perdia 0,12%, a R$ 1,743. No turismo, o dólar saía entre R$ 1,67 e R$ 1,83, enquanto o traveller check era transacionado entre R$ 1,705 e R$ 1,815. No flanco externo, a taxa de risco-País avançava aos 273 pontos.

No campo de inflação, os dados do IPCA-15 podem ajudar nas apostas para a Selic. O indicador subiu 0,23% em março, levemente abaixo da mediana de 0,27%. Porém, o mercado aguarda pelo Relatório Trimestral de Inflação, amanhã, antes de firmar apostas mais firmes na BM&F. "Há muitas dúvidas, inclusive sobre a reunião de abril, depois que a Fazenda recuou na disposição de atacar o crédito", comentou um profissional.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)