Visa estréia em Wall Street com alta de 35%

SÃO PAULO, 19 de março de 2008 - A ações da Visa estrearam hoje em Wall Street com forte valorização. Na primeira hora de negociação, os papéis da empresa haviam atingido os US$ 60, montante 35% superior ao valor de estréia - US$ 44.

Na maior oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da história, a Visa negociou 406 milhões de ações ordinárias classe A pelo preço unitário de US$ 44.

O preço inicial de negociação é maior do que o previsto anteriomente - entre US$ 38 e US$ 42 -, o que reforça o lançamento e garante à Visa uma arrecadação de US$ 17,8 bilhões com a venda dos títulos. Com os gastos de introdução na Bolsa, a cifra cai para US$ 17,3 bilhões.

O recorde anterior pertencia a AT&T Wireless, com valor de US$ 10,6 bilhões, no ano 2000. A entrada da Visa, em âmbito mundial, é superada somente pela introdução do banco chinês ICBC, que obteve US$ 21,9 bilhões nas Bolsas de Xangai e Hong Kong ao mesmo tempo.

(Redação - InvestNews)