Organismo voltará a reduzir projeções de expansão mundial

SÃO PAULO, 17 de março de 2008 - A crise dos mercados financeiros representa riscos cada vez mais sérios para o crescimento econômico, afirmou nesta segunda-feira o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, ao anunciar uma nova revisão em baixa das privisões de crescimento mundial. "O conjunto do sistema monetário começa a ficar tenso, do lado forte está ouro, do lado fraco está o iene e o yuan, e, no meio, o dólar", declarou.

"Isso se traduz numa situação cada vez mais tensa nos mercados e cria problemas para o crescimento econômico. Temos diante de nós uma situação na qual os riscos para o crescimento econômico são cada vez mais sérios. As previsões do FMI serão um pouco mais frágeis para os Estados Unidos e a Europa, e também para os países emergentes", afirmou.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)