Índice reduz perdas com discurso de Bush

SÃO PAULO, 17 de março de 2008 - Após abrir a sessão desta segunda-feira em forte queda, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reduziu o movimento de perdas seguindo a cena externa. Pela manhã, o presidente George W. Bush admitiu que os Estados Unidos vivem tempos econômicos difíceis, mas assegurou que a situação será controlada. Há pouco, a bolsa paulista registrava queda de 2,55%, aos 60.407 pontos. O giro financeiro estava em R$ 2,78 bilhões.

Entre as ações com maior peso na carteira teórica, a Petrobras PN (PETR4) caía 3,11%, para R$ 74,35; Vale PNA (VALE5) recuava 2,18%, a R$ 47,55; Bradesco PN (BBDC4) operava em queda de 3,05%, a R$ 50,11; Usiminas PNA (USIM5) registrava desvalorização de 3,8%, a R$ 101,00; e o Itaú PN (ITAU4) perdia 2,87%, a R$ 40,60.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o Ibovespa com vencimento em abril registrava queda de 2,48%, a 60.900 pontos.

(Vanessa Correia - InvestNews)