Educação universitária no Brasil passa por revolução

SÃO PAULO, 17 de março de 2008 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta manhã, em seu programa de rádio semanal "Café com o Presidente", que a educação universitária no Brasil está passando por uma pequena revolução.

Na semana passada, 53 reitores das universidades federais estiveram em Brasília para aderir ao Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), que tem como objetivo incluir 100 mil novos alunos nas universidades federais. "Nós queremos ampliar o acesso à educação superior", enfatizou Lula.

O presidente destacou também a importância do Prouni (Programa Universidade para Todos), que nesse ano será responsável pela formação de 60 mil alunos. Atualmente, a iniciativa atende a 310 mil estudantes. A expectativa é beneficiar 400 mil alunos até 2010. "Investir em educação é o mais importante investimento que o Estado possa fazer", disse Lula.

Quando questionado em relação aos outro níveis de educação, o presidente lembrou que em 2007 foi lançado o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Esse programa estabeleceu quarenta ações, desde a construção de creches até bolsas de pós-doutorado, sendo a ênfase do projeto a qualidade da educação básica.

De acordo com Lula, outra medida para o setor de educação será a criação de 214 escolas técnicas de ensino profissional a partir desse ano. A expectativa é que as obras dessas novas escolas estejam prontas ainda em 2010.

(Redação - InvestNews)