Coca-Cola investirá US$ 250 milhões na Índia

SÃO PAULO, 17 de março de 2008 - A Coca-Cola planeja investir 10 bilhões de rúpias (US$ 250 milhões) nos próximos três anos na Índia, uma vez que a empresa aposta no potencial da nação asiática e prevê que o país surgirá entre os cinco maiores mercados para a companhia.

"Já que os lucros na Índia foram significativos, nós temos que realizar investimentos adicionais", disse E. Neville Isdell, presidente e chefe-executivo da Coca-Cola nos Estados Unidos.

De acordo com Isdell, a Índia é um país estratégico para a Coca-Cola, pois tem se mostrado bastante lucrativo para a empresa e apresentado um balanço positivo na contabilidade global da companhia.

"Primeiramente, faremos o país despontar entre os 10 mais rentáveis para a Coca-Cola, mas o objetivo é chegar entre os cinco melhores mercados", disse Isdell, sem fazer uma projeção numérica para atingir esse objetivo. Atualmente, a Índia encontra-se na 17ª posição na lista dos países onde a Coca-Cola tem negócios. A nação asiática se sobressaiu entre os melhores mercados durante o ano de 2007.

No dia 13 de março, Isdell projetou um forte crescimento global da companhia neste ano, devido à expansão das operações nos mercados emergentes e a desvalorização do dólar. Na opinião do executivo, há 50% de possibilidade de ocorrer uma recessão nos EUA. No entanto, Isdell acredita que o crescimento da Coca-Cola nos mercados emergentes, como Índia e América Latina, poderá compesar as perdas da companhia.

A Coca-Cola projetou para 2008 uma meta de crescimento anual de 4% nas vendas, de 6% na receita e de 8% na receita operacional.

(Redação - InvestNews)