Ibraf apóia novo pacote cambial

SÃO PAULO, 14 de março de 2008 - O setor de frutas comemora o anuncio do pacote cambial, realizado ontem pelo Ministro da Fazenda, Guido Mantega, para auxiliar os exportadores. Segundo Moacyr Saraiva Fernandes, presidente do Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf), ´estas medidas vêm de encontro com as necessidades da fruticultura de exportação em um momento decisivo onde a nossa moeda continua se valorizando e os custos de produção e logística estão aumentando´. Para Fernandes ´a soma destes fatores está prejudicando a rentabilidade das empresas o que pode causar uma queda das exportações´.

O pacote cambial prevê a extinção da cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre as vendas externas, que atualmente pagam alíquota de 0,38%. Será determinada também o fim da cobertura cambial - exigência de que as receitas com exportação sejam internalizadas no País -, com isso o exportador poderá deixar todos os dólares recebidos com a exportação em outros países. No pacote consta ainda a cobrança de IOF de 1,5% sobre as operações de renda fixa para investidores estrangeiros, o que visa frear o ingresso de capitais especulativos.

As medidas entram em vigor no dia 17 de março, próxima segunda-feira. Conforme declaração do ministro, essas são as primeiras ações e que com a aprovação do orçamento, o governo anunciará uma nova política industrial com foco nas exportações.

(Redação - InvestNews)