Bush reitera sua confiança na economia

SÃO PAULO, 14 de março de 2008 - O presidente norte-americano George W. Bush reiterou nesta sexta-feira sua confiança na resistência da economia dos Estados Unidos, porém admitiu que o país atravessa atualmente um período difícil. "Em uma economia de livre mercado, sempre há altas e baixas e nossa economia atravessa, evidentemente, um período difícil", afirmou Bush, durante discurso em Nova York.

"Nossa economia é resistente e a longo prazo confio que continuará crescendo porque seus fundamentos são sólidos", acrescentou. Bush se referiu a anúncio realilzado pela manhã de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e o JPMorgan darão fluidez financeira ao banco de negócios Bear Stearns por um período de até 28 dias, o tempo necessário para a elaboração de um projeto de financiamento permanente.

O Bear Stearns admitiu nesta sexta-feira que sua liquidez se deteriorou consideravelmente nas últimas 24 horas. Este período de 28 dias deve permitir ao JPMorgan e ao Bear Stearns colocar em prática um financiamento permanente ou encontrar outras alternativas para a companhia, informa um comunicado.

Bush reiterou que respeita o presidente do Fed, Ben Bernanke, enfatizando que ele realiza um "um bom trabalho em circunstâncias difíceis"

(Redação com agências internacionais - InvestNews)