Dívida externa recua US$ 1,5 bilhão em janeiro

SÃO PAULO, 25 de fevereiro de 2008 - A dívida externa total somou US$ 196,2 bilhões em janeiro, segundo estimativa divulgada hoje pelo Banco Central (BC). O montante é US$ 1,5 bilhão menor do que o estimado em dezembro. Desse total, US$ 158,1 bilhões correspondem à dívida de médio e longo prazos e US$ 38,1 bilhões, à de curto prazo. A dívida externa de médio e longo prazos apresentou aumento de US$ 2,9 bilhões no período analisado, enquanto a de curto prazo declinou US$ 4,4 bilhões.

Em janeiro, os principais fatores de variação da dívida externa de médio e longo prazos foram os ingressos líquidos de notes, US$ 817 milhões; buyer´s e supplier´s, US$ 584 milhões; e de empréstimos em moedas, US$ 668 milhões. Em contrapartida, houve saídas líquidas em bônus, US$ 192 milhões, decorrentes das recompras do Tesouro Nacional, e organismos internacionais e agências governamentais, US$ 150 milhões. Contribuiu ainda para o resultado, o aumento de US$ 1,2 bilhão no estoque da dívida decorrente da variação por paridade.

Segundo o BC, em relação ao endividamento de curto prazo, a variação em relação a dezembro se deu por causa da redução das obrigações em moedas estrangeiras dos bancos comerciais, US$ 3,2 bilhões, e das saídas líquidas de empréstimos e financiamentos, US$ 1,2 bilhão.

(Redação - InvestNews)