Vendas do Wal-Mart crescem menos que o previsto

SÃO PAULO, 7 de fevereiro de 2008 - A rede norte-americana Wal-Mart - maior varejista do mundo - informou hoje que as vendas no prazo de quatro semanas encerrado em 2 de fevereiro de 2008 foram menores que as esperadas, se comparadas com o mesmo período do ano passado. No período, as vendas líquidas nas lojas Wal-Mart nos Estados Unidos cresceram 3,5%.

Em comunicado, a Wal-Mart destaca que as vendas em lojas abertas há mais de um ano avançaram 0,5% em janeiro, abaixo da previsão de 2% da própria companhia.

De acordo com a rede, as vendas abaixo da expectativa foram estimuladas pela iniciativa dos consumidores que optaram por trocar vales-presente por comida, em vez de presentes.

No mesmo espaço de tempo, as lojas fora dos EUA apresentaram crescimento mais robusto das vendas líquidas: 20,8%. Com destaque para as unidades no Reino Unido, Canadá, Brasil e China. Na outra ponta, as vendas no México continuam fracas.

(Redação - InvestNews)