Taxas sobem no longo prazo em dia de poucos negócios

SÃO PAULO, 6 de fevereiro de 2008 - Nesta quarta-feira de cinzas, os negócios na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) tiveram início a partir das 13 horas, depois desta se manter fechada na segunda-feira e terça-feira devido ao feriado de Carnaval. Com menos tempo para a realização de transações e poucos investidores presentes, os juros de médio e longo prazo para contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) terminaram a sessão de hoje indicando alta com relação ao último ajuste (dia 1º). Já no curto prazo as taxas permaneceram estáveis.

O DI para janeiro de 2009 registrou taxa de 12,09%, ante 12,04% do ajuste de sexta-feira. Este papel teve 91,5 mil contratos fechados e giro de R$ 8,2 bilhões.

O contrato de DI com vencimento em janeiro de 2010 ficou em 12,73% ao ano, contra 12,69% do último fechamento, com 46,3 mil negócios e giro de R$ 3,6 bilhões. Para resgate em janeiro de 2012 a taxa ficou em 12,86%, contra 12,83% do ajuste anterior.

No curto prazo, abril deste ano fechou com taxa anual de 11,17%, estável ante o ajuste anterior, com 14 mil contratos fechados e giro de R$ 1,3 bilhão. Julho passou de 11,42% para 11,44% ao ano.

(Maria de Lourdes Chagas - InvestNews)