Vale obterá financiamento de US$ 50 milhões para comprara a Xstrata

Agência EFE

LONDRES - A Vale deve obter um financiamento no valor de US$ 50 milhões de consórcio liderado pelo banco britânico HSBC e pelo espanhol Santander para a tentativa de compra da mineradora anglo-suíça Xstrata, publica nesta segunda-feira o jornal 'Financial Times'. Junto com o HSBC e o Santander, o jornal inclui no consórcio a Credit Suisse, o Citigroup, o BNP Paribas e a Lehman Brothers.

A Vale confirmou na semana passada que está em negociações com a Xstrata, mas afirmou que a situação financeira atual poderia dificultar a operação.

Apesar destas negociações, os analistas não esperam que a oferta possa acontecer antes da próxima semana, já que a Xstrata ainda não abriu seus livros contábeis à Vale.

Uma fonte próxima à Xstrata citada pelo 'Financial Times' indicou que a Vale está muito interessada, mas que ainda não há nenhuma oferta formal e que ainda não se falou de possíveis preços. O HSBC, a Lehman Brothers e a Merrill Lynch assessoram a Vale, enquanto a JP Morgan Cazenove e o Deutsche Bank fazem o mesmo em relação à Xstrata.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais