Polícia Federal prende 10 por fraude

SÃO PAULO, 28 de janeiro de 2008 - A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (28) 10 pessoas acusadas de fraudar a Previdência Social por meio da concessão de benefícios falsos. Os presos estão na carceragem da PF em Florianópolis (SC).

Participaram da Operação Iceberg cerca de 200 policiais federais e técnicos da previdência social. As investigações apontaram uma quadrilha formada por agenciadores e servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os acusados convenciam pessoas a participar da fraude de concessão dos benefícios, principalmente de aposentadoria por tempo de contribuição e por idade e pensão por morte. Funcionários do INSS inseriam dados falsos no sistema de informática da Previdência Social.

A estimativa é de que o prejuízo aos cofres públicos tenha chegado a R$ 6 milhões. Os presos responderão por estelionato, formação de quadrilha, corrupção ativa, entre outros. As penas previstas podem somar 22 anos de reclusão.

As informações são da Agência Brasil.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais