Impacto da CSLL deve somar R$380 mi para o Bradesco

SÃO PAULO, 28 de janeiro de 2008 - O aumento da alíquota da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) para as instituições financeiras de 9% para 15% deve trazer um impacto de R$ 380 milhões para o resultado do Bradesco, referente a oito meses de 2008.

Segundo o vice-presidente executivo e de Relações com Investidores do banco, Milton Vargas, o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) deve trazer um ganho líquido de R$ 160 milhões para o banco, o que deve resultar em um impacto financeiro final de R$ 220 milhões.

Para 2009, o impacto do aumento da CSLL deve somar R$ 570 milhões, afirma Vargas.

(Silvia Regina Rosa - InvestNews)