Credit Suisse anuncia demissão de 500 funcionários

SÃO PAULO, 25 de janeiro de 2008 - O Credit Suisse Group, segundo maior banco da Suíça, anunciou hoje um corte de aproximadamente 500 postos de trabalho na divisão mundial do banco, uma vez que a instituição financeira é prejudicada pela desaceleração na economia dos Estados Unidos e pela redução da procura por alguns serviços.

Os cortes serão feitos principalmente na unidade global de seguridade, que inclui títulos de renda fixa, comércio e organização.Apenas no Reino Unido, o Credit Suisse demitirá 150 funcionários. Até o fim de setembro de 2007, a entidade possuia 20.300 funcionários em todo o mundo.

Os bancos e corretoras cortaram mais de 25 mil postos de trabalho nos últimos seis meses, após contabilizarem perdas de US$ 136 bilhões devido à crise no mercado de crédito subprime ou de alto risco.

O Morgan Stanley, segundo maior banco de investimentos dos Estados Unidos, e o Lehman Brothers Holdings Inc., o quarto maior, divulgaram cortes de aproximadamente 1.140 postos de trabalho neste ano.

(Redação - InvestNews)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais