Instituição aconselha investimento em tecnologia

SÃO PAULO, 9 de janeiro de 2008 - Os países em desenvolvimento deverão elevar sua capacidade de absorção e desenvolvimento tecnológicos para aumentar sua produtividade e sua renda per capita, aconselha um relatório do Banco Mundial (Bird) apresentado em Londres.

O documento "Difusão da Tecnologia no Mundo em Desenvolvimento" observa que a frágil difusão da tecnologia nos países em desenvolvimento constitui um empecilho para o crescimento tecnológico.

Assim, os grandes centros urbanos e as empresas mais destacadas do Brasil, Índia e China podem estar operando quase na linha de vanguarda tecnológica. A maioria dos países em desenvolvimento quase não gera inovações de ponta. Além disso, as maiores oportunidades econômicas e científicas nos países ricos atraem muitos pesquisadores de países pobres. Aproximadamente 2,5 milhões dos 21,6 milhões de cientistas e engenheiros que trabalham nos Estados Unidos nasceram em países em desenvolvimento.

De acordo com o relatório, a tecnologia é divulgada atualmente com maior rapidez entre os países. No entanto, o setor avança muito lentamente dentro dos países em desenvolvimento. Na Índia, por exemplo, o setor de serviços nos centros urbanos emprega tecnologias de ponta. Por outro lado, menos de 10% das famílias rurais dispunham de telefones em 2007.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)