Custo de vida aumentou 4,8% em 2007

SÃO PAULO, 9 de janeiro de 2008 - O custo de vida na capital paulista acumulou alta de 4,8% em 2007, a maior elevação desde 2004 (7,7%), informou hoje o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em dezembro, o custo subiu 1,9%, a maior taxa desde julho de 2004, quando houve elevação de 1,21%.

Segundo o Dieese, o Índice de Custo de Vida (ICV) pesou mais no bolso das famílias mais pobres, acumulando expansão de 5,55%. Para aquelas com nível intermediário de rendimento, o ICV subiu 4,93%. Enquanto para o grupo com maior poder aquisitivo, a taxa avançou 4,55%.

Em 2007, a alta dos preços dos alimentos (12,48%) foi a principal responsável pela elevação do ICV, com uma participação de 3,15 pontos percentuais na taxa geral. Os demais grupos responderam por apenas 1,65 ponto percentual na inflação no ano. De 10 categorias acompanhadas pelo Dieese, oito apresentaram avanço dos preços em 2007, com destaques para Educação e Leitura (6,27%) e Despesas Pessoais (6,11%).

No sentido oposto, houve deflação para Equipamento Doméstico (-1,97) e Vestuário (-2,12%).

(VS - InvestNews)