ALL reduz 63% dos acidentes

SÃO PAULO, 9 de janeiro de 2008 - A América Latina Logística (ALL) reduziu em 63% o índice de acidentes nas malhas ferroviárias de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A redução é reflexo do investimento em tecnologia, infra-estrutura de via permanente, treinamento de pessoal e na manutenção, recuperação e aquisição de material rodante (vagões e locomotivas).

O aporte financeiro foi de R$ 600 milhões em toda a malha da empresa em 2007. Um dos principais investimentos foi em tecnologia, como a instalação de computadores de bordo em todas as locomotivas, o que aumentou o controle e a segurança na condução dos trens. Além disso, a recuperação e manutenção de ativos também foi prioridade. No ano passado, as oficinas de vagões de Rio Claro e Sorocaba recuperaram mais de 2.200 vagões.

A instalação de 475 detectores de descarrilamento foi outra inovação da ALL na malha norte, onde o equipamento não era utilizado na antiga gestão. O detector previne acidentes de grandes proporções, emitindo sinal de rádio ao computador de bordo sempre que verificado um descarrilamento, evitando o tombamento dos vagões.

A empresa também investiu na construção de 17 novos pátios, compra de 20 mil toneladas de trilho, aplicação de 850 mil dormentes de descarrilamento, equipamentos de ultra-som, utilização do carro-controle para inspeção da via permanente e implantação do Centro de Controle de Pátios em 10 pátios.

Em 2006, a empresa registrou uma média de 91,12 acidentes para cada milhão de quilômetro percorrido pelo trem. Já em 2007, o índice foi de 33,29 acidentes para cada milhão de quilômetro percorrido.

(Redação - InvestNews)