Ações da Petrobras Energia despecam em Buenos Aires

SÃO PAULO, 9 de janeiro de 2008 - As ações da Petrobras Energia Participaciones registraram hoje sua maior queda nas negociações na Bolsa de Valores de Buenos Aires (Merval) depois de o banco de investimento Bear Stearns & Co. ter aconselhado os investidores a venderem os papéis da empresa, depois de terem disparado com base em especulações de que a empresa faria a recompra de ações.

O Bear Stearns reduziu sua classificação para as ações de "desempenho equivalente à média do mercado" para "desempenho inferior à média do mercado", após os papéis terem subido com especulações de que a Petrobras poderia comprar as ações de minoritários e rumores que circularam no mercado, que teriam "confundido" a divisão argentina com a controladora. "Após verificarmos tantas altas (e quedas) especulativas relacionadas aos papéis nos últimos anos, sentimos que esse é o momento oportuno para que os principais investidores realizem seus lucros e façam a realocação de seus ativos para a brasileira Petrobras ou para a Repsol YPF AS´, escreveram hoje analistas como Marc McCarthy, do Bear Stearns, em relatório.

As ações da divisão argentina da Petrobras caíam 16,76% cotadas a 4,27 pesos, o que eliminou cerca de metade dos ganhos obtidos nos cinco dias de negociação anteriores.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)