Venda de moto fecha ano dentro do esperado

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2008 - Com 1.734.349 motocicletas produzidas em 2007, o mercado de duas rodas cresceu 22,7%, em relação ao ano de 2006, atingindo a expectativa para o setor. Segundo dados da Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares - as vendas internas também tiveram o mesmo desempenho, com 1.600.157 motos comercializadas.

No comparativo entre dezembro de 2007 com o mesmo período do ano anterior, a produção cresceu 24,5%, ou seja, 85.226 unidades, quando em 2006 saíram das linhas de montagem 68.467 motocicletas.

De acordo com as expectativas da entidade, o crescimento de 2007 deve manter -se de forma equilibrada pelos próximos anos. ´Os números obtidos no ano passado confirmam as perspectivas e ressaltam o bom momento do setor´, afirmou em comunicado o presidente da Abraciclo, Paulo Shuiti Takeuchi.

Assim, para 2008 as previsões se mantêm, e é esperado um crescimento de 13,7% nas vendas para o mercado interno, chegando a marca de 1.820.000 veículos vendidos. Já a produção deve ter um aumento de 11,9%, com 1.940.000 motos produzidas.

Quanto às exportações, em dezembro foram 14,3% menor que em novembro de 2007. Entretanto, foram exportadas neste mês 9.300 motos, volume 9,9% superior às comercializadas para o mercado externo em dezembro de 2006.

No ano de 2007 foram exportadas 139.880 motocicletas, representando uma redução de 16,8% quando comparado com o ano de 2006, confirmando as previsões feitas anteriormente.

(Redação - InvestNews)