Receita alfandegária cresce 24,3% em 2007

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2008 - A receita coletada pela alfândega da China em 2007 aumentou 24,3% em comparação com o ano anterior, devido ao aumento do comércio e do número de novas tarifas e taxas. A receita total atingiu 758,5 bilhões iuanes, informou a Administração Geral Alfandegária.

A expressiva expansão no consumo interno, investimentos e exportações ajudaram a impulsionar a receita. O país teve também crescimento nas importações, que registraram um aumento de 20,5% nos primeiros 11 meses de 2007.

Recentemente, a China introduziu políticas com o objetivo de reduzir o superávit comercial do país, o que também ajudou a elevar a receita alfandegária. O superávit comercial aumentou 52% nos primeiros 11 meses do ano passado, em relação a 2006, para US$ 238,1 bilhões.

O aumento das taxas de exportações para os produtos de alto consumo de energia e que podem poluir, assim como as taxas de consumo mais altas sobre as mercadorias de luxo, adicionaram 20 bilhões de iuanes nos cofres do governo chinês em 2007.

(Redação - InvestNews)