Produção de grãos em 2007 bate recorde histórico, diz IBGE

JB Online

RIO - A safra de grãos de 2007 bate recorde com 133 milhões de toneladas - valor 13,7% maior que a obtida em 2006, quando totalizou 117 milhões de toneladas. A estimativa de fechamento foi divulgada nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com isso, o país bate um novo recorde, superando a sua maior produção, de 123,6 milhões, obtida em 2003 (o levantamento começou a ser feito em 1972). Os dois principais produtos, soja e milho, corresponderam a 82% da produção e foram os que apresentaram a maior área plantada, 20,6 milhões e 9,2 milhões de hectares, respectivamente.

O gerente do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do IBGE, Neuton Rocha, disse que o recorde de produção foi uma conseqüência dos preços elevados, especialmente de soja e grão, no mercado internacional.

- Há uma demanda muito grande de alimentos por parte de países como China e Índia, que estão consumindo mais. Além disso, os Estados Unidos estão retendo o milho para a produção de etanol, o que favorece a exportação do produto por parte do Brasil - afirmou Rocha.

Entre os vinte cinco produtos analisados, quinze apresentam variação positiva na estimativa de produção em relação ao ano anterior.

Entre eles, algodão herbáceo em caroço (33,7%), amendoim em casca 2ª safra (16,0%), batata-inglesa 1ª safra (22,7%), cana-de-açúcar (13,2%), milho em grão 2ª safra (35,7%), soja em grão (11,1%) e trigo em grão (62,3%).

Com variação negativa ficaram o amendoim em casca 1ª safra (10,2%), arroz em casca (3,7%), aveia em grão (39,9%), batata-inglesa 3ª safra (12,8%), café em grão (16,7%), feijão em grão 2ª safra (23,0%), feijão em grão 3ª safra (5,5%), mamona em baga (5,7%), sorgo em grão (12,4%) e triticale em grão (7%).

(Com informações da Agência Brasil)