Mercados de futuros da China negociarão porcos

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2008 - Um painel de acadêmicos e autoridades da China aprovaram hoje os primeiros parâmetros de atuação para o mercado de futuros de porcos vivos no país, que começará a funcionar em breve, ainda sem data definida.

Os animais serão negociados no mercado de produtos agrícolas de Dalian, porto comercial localizado no nordeste da China e que era utilizado para o comércio de algodão, soja, óleo de palma e polietileno.

De acordo com o subdiretor do mercado de Dalian, Guo Xiaoli, a entrada dos porcos no mercado servirá para estabilizar a produção e os preços que, em 2007, subiram até 54% devido à "doença da orelha azul", epidemia que matou milhões de animais.

Os analistas acreditam que outra causa da forte alta nos preços foi a falta do fluxo de informação entre os criadores e a demanda, algo que o novo mercado de futuros tentará atenuar. A China conta atualmente com três mercados de futuros: Dalian, Zhengzhou e Xangai.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)