Calmaria externa leva índice a subir 2,51%

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2008 - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em alta desde o início dos negócios, levada pelo bom humor dos investidores e ausência de notícias negativas. Há pouco, a bolsa paulista registrava valorização de 2,51%, aos 62.299 pontos. O giro financeiro estava em R$ 1,78 bilhão.

De acordo com analistas, a agenda econômica só voltará a centrar a atenção dos investidores na próxima semana, quando serão divulgados os índices de inflação dos Estados Unidos. Os resultados poderão indicar um espaço maior ou menor para manobras com relação a taxa de juros norte-americana, na próxima reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

No front externo, os principais índices acionários norte-americanos abriram a sessão em alta, impulsionados por notícias da Starbucks e alta no preço do barril de petróleo. Na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês), o índice Dow Jones Industrial Average operava em alta de 0,54%, aos 12.897 pontos. O S&P 500 subia 0,95%, para 1.429 pontos. E na bolsa eletrônica, o índice composto Nasdaq avançava 1,01%, para 2.524 pontos.

A rede de cafeterias norte-americana anunciou que seu fundador e presidente, Howard Schultz, assumirá imediatamente o posto de executivo-chefe, ocupado até agora por Jim Donald. Após enfrentar uma queda nas vendas nos Estados Unidos, atribuída ao encarecimento de matérias-primas e à concorrência com outras companhias, a rede pretende modificar o modelo de seus negócios. Por comunicado, a companhia anunciou que reduzirá o ritmo de abertura de cafeterias nos EUA e que pretende "reavivar o apego emocional com os clientes".

Já o preço do barril de petróleo voltou a subir nesta terça-feira, motivado por especulações de uma queda nos estoques da commodity, notícia esta que será divulgada amanhã, pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos. Ontem, a cotação do petróleo encerrou o dia com desvalorização de 2,76%, a US$ 95,21.

As ações de empresas do setor de telefonia continuam sendo os destaques positivos do Ibovespa, com rumores sobre aquisição da Brasil Telecom. As ações preferenciais da companhia subiam 5,63%, a R$ 37,71; Telemar Norte-Leste PNA avançava 5,46%, a R$ 71,61; e Petrobras ON registrava alta de 4,54%, a R$ 97,62. No sentido oposto, Cyrela ON registrava desvalorização de 2,05%, a R$ 11,90; Lojas Americanas PN caía 1,93%, a R$ 14,21; e Lojas Renner ON recuava 1,93%, a R$ 31,85.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o Ibovespa com vencimento em fevereiro registrava alta de 2,47%, a 62.350 pontos.

(Vanessa Correia - InvestNews)